O amor é uma conquista estranha.
Quem mais precisa menos sabe pedir.

Quem viu o amor, em outros tempos,
Pode sempre reconstruir o caminho de volta a ele.

Quem nunca viu, quem nunca teve,
É desastrado nessa viagem de encontro ao outro,
Fica perdido no nevoeiro solitário de si,
Não sabe chamar, ou pedir,
Já que traz consigo a experiência de nunca ter sido escutado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário